Irmãs caculeenses superam as dificuldades e são aprovadas em Medicina e Odontologia


 

Duas jovens caculeenses superaram suas dificuldades e demonstraram que vencer na vida é questão de determinação e vontade. As irmãs, Anny Karlen e Anne Karolyne, estudaram o ensino médio em Caculé, no Colégio Estadual Norberto Fernandes, com boas notas sempre deram orgulho sua família. Anny Karlen foi aprovada em Odontologia na UESB e Anne Karolyne em Medicina na Faculdade Pitágoras em Eunápolis, bolsista 100 %.

As caculeenses receberam uma educação de valores e respeito a família, segundo Anny Karlen sua mãe e avó sempre lhes mostraram o valor que o estudo tem, o quanto pode transformar a vida de uma pessoa, mesmo nas horas difíceis, quando elas pensaram em desistir,  sempre tiveram o apoio  da família, por mais que fossem pressionadas por terceiros. Em todo o momento, as irmãs citam a mãe e avó como incentivadoras e responsáveis por mantê-las, Aparecida Brito Caldeira da Silva é mãe das universitárias e Genir Brito Coutinho Caldeira é avó.

Em entrevista para o site Anne Karolyne destaca, ” Medicina para mim, não está só no ato de curar, está na empatia em querer ajudar o próximo no momento de sua intensa fragilidade emocional ou psíquica. A medicina para mim sempre foi algo a ser buscado, eu não conseguia dizer as milhares de pessoas que perguntavam o porquê escolher medicina. É a aptidão era o meu melhor desejo e hoje meu melhor momento de realização. Chega ser repetitivo ouvir dizer que algo te escolheu, mas a medicina me escolheu”.

Karolyne  fala da sua trajetória, “quanto a minha trajetória é simplificada em longos anos de cursinho, com muitas noites de sono perdidas e vestibulares mal sucedidos. Perdi momentos em família, festas entre amigos e até mesmo colegas da vida, pois o momento em que vivia exigia muito de mim nos estudos e o tempo deveria ser meu aliado. Porém, isso cobrou muito o meu psicológico que logo ficou fragilizado, tive muitas crises de ansiedade pré e pós prova. Contudo, eu precisava me reanimar sempre, pois os meus obstáculos não poderiam e nem são maiores que o poder do Deus em quem eu acredito”.

A filha mais nova, Karlen falou ao Sertão Em Dia sobre suas superações e dificuldades, “A cada ligação, noto o orgulho estampado no rosto e nos reina o sentimento de dever cumprido. Lembro dos momentos em que pensamos em desistir, dos vestibulares e provas que pareciam impossíveis, a pressão de muitas pessoas e mesmo diante de todos esses obstáculos tínhamos essas guerreiras, que nos apoiavam e sempre diziam e ainda dizem ‘O que é seu, ninguém toma’. E é por meio da minha futura profissão que quero recompensar a elas todo carinho, incentivo, dedicação, enfim, essa vitória é nossa”.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não reflete a opinião deste site. Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas com conteúdo ofensivo como palavrões ou ofensa direcionadas a pessoas ou instituições. Além disso, não serão permitidos comentários com propaganda (spam) e links que não correspondam ao post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *