Mãe que venderia filho por R$ 5 mil é presa em Bom Jesus da Lapa


Foto: Polícia Civil

 

Uma operação conjunta da Polícia Civil de Santa Maria da Vitória e de Bom Jesus da Lapa resultou na prisão de uma mulher identificada como Maria Rocha Roque, de Botuporã, no Sudoeste da Bahia, por volta das 17:30 desta sexta-feira (11) na rodoviária de Bom Jesus da Lapa. Segundo o Dr. Leyvison Rodrigues, Delegado em Santa Maria da Vitoria, a policia foi informada da presença de uma criança abandonada na rodoviária da cidade. Imediatamente, agentes se dirigiram ao local acompanhados de representantes do conselho tutelar e de uma assistente social. A criança foi encontrada por volta do meio dia e forneceu o número do telefone da mãe. Várias tentativas de contato foram realizadas, sem sucesso. De acordo com o Lapa Oeste, a mulher só retornou as ligações por volta das 17h30, quando disse à polícia que foi sequestrada e estaria na rodoviária de Bom Jesus da Lapa. Agentes policiais se dirigiram ao local e identificaram a mulher que foi detida e entregue à equipe de Santa Maria da Vitória, no entroncamento de Porto Novo. Inicialmente, a mulher manteve a versão do sequestro, no entanto, acabou por contar à polícia que entregaria o filho para um homem identificado como Sinvaldo Lima Vieira, recebendo a quantia de 5 mil reais. A criança disse aos policiais que o homem lhe prometeu levar para o Japão e entregaria 65 mil reais para sua mãe. Todo o esquema organizado pela mãe da criança e por Sinvaldo, envolveria um falso sequestro da mulher. Ele apanharia a criança na rodoviária e tomaria rumo ignorado.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não reflete a opinião deste site. Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas com conteúdo ofensivo como palavrões ou ofensa direcionadas a pessoas ou instituições. Além disso, não serão permitidos comentários com propaganda (spam) e links que não correspondam ao post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *