Com estiagem, Jacaraci tem decreto de emergência reconhecido


O município de Jacaraci, no Sudoeste baiano, teve nesta quinta-feira (6) um decreto de emergência reconhecido pelo Estado. A medida considerou os efeitos da estiagem que afeta o município. No decreto, o governo do estado fixou o prazo de 180 dias para a vigência do propósito, com início a partir do dia 30 de março, quando o prefeito Antônio Carlos Freire de Abreu homologou a condição.

Para decretar a medida, a gestão local afirmou que houve poucas chuvas, com índices abaixo do esperado e necessário para a manutenção da agricultura familiar, bem como para consumo humano e animal. Segundo a Defesa Civil do Estado [Sudec], a estiagem é menos grave que a seca.

Enquanto na primeira, o município passe um período sem chuvas [de abril a julho, por exemplo], na seca, a cidade passa dois [como de abril a julho e de novembro a fevereiro] sem precipitações.


Adolescente morre após sofrer descarga elétrica usando máquina de lavar roupa em Caetité


Uma adolescente morreu nesta quarta-feira (5) após sofrer uma descarga elétrica enquanto lavava roupas, em sua residência, no bairro Nossa Senhora da Paz, em Caetité, no Sudoeste da Bahia.

Ramona dos Santos Santana Brito, 17 anos, moradora da Rua 2, estava utilizando uma máquina de lavar roupa quando sofreu a descarga elétrica. Ela foi encaminhada para atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu e faleceu.

De acordo com informação da 94ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), os policiais estiveram na unidade hospitalar, no entanto, o médico não deu maiores detalhes.

EDIÇÃO: JOÃO MIGUEL/ folha do vale


Justiça rejeita ‘quadrilhão do MDB’ e absolve Temer, Cunha, Geddel e Yunes


A Justiça Federal da 1ª Região absolveu o ex-presidente Michel Temer, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, o empresário José Yunes e outros oito nomes acusados de integrar o “quadrilhão do MDB”.

Segundo a Folha de São Paulo, a denúncia, feita pelo Ministério Público Federal (MPF), acusava os citados de integrar uma organização criminosa que arrecadava propina por meio de órgãos públicos como a Petrobras, Caixa Econômica Federal, Câmara dos Deputados e ministérios do governo federal.

“A denúncia apresentada, em verdade, traduz tentativa de criminalizar a atividade política. Adota determinada suposição —a da existência de ‘organização criminosa’ que perdurou entre ‘meados de 2006 até os dias atuais’— apresentando-a como sendo a ‘verdade dos fatos’, sequer se dando ao trabalho de apontar os elementos essenciais à caracterização do crime de organização criminosa”, afirma Reis Bastos.

A decisão também aponta que a “imputação a dirigentes de partidos políticos do delito de organização criminosa sem os elementos do tipo objetivo e subjetivo, provoca efeitos nocivos à democracia, entre os quais pode se mencionar a grave crise de credibilidade e de legitimação do poder político como um todo”.


Homem morre após ser atropelado por trem em Brumado


Na tarde da última terça-feira (04), um homem foi atropelado por um trem de carga que passava na Rua Virgílio Ataíde, Bairro do Mercado, em Brumado. No local, a Polícia Civil identificou a vítima como Bruno da Silva Porto, o qual não resistiu aos ferimentos e veio óbito.  Transeuntes informaram a polícia que Bruno tinha o costume de pegar “ponga” em cima do trem. Outra possibilidade é a de que ele decidiu tirar a própria vida. O DPT removeu o corpo  para proceder o exame de necropsia.

Agora Sudoeste


Brumado: Familiares e autoridades prestaram últimas homenagens ao presidente da Câmara de vereadores


 

 

Durante a madrugada, aconteceu o velório do vereador e presidente da Câmara Municipal de Brumado, vereador José Carlos Marques Pessoa (PSB), o Zé Carlos de Jonas no plenário da casa legislativa. Por volta de 09h, o cortejo seguiu até uma propriedade rural da família e, daí, até o cemitério da Vila Presidente Vargas, onde o corpo foi sepultado. Familiares, amigos, colegas vereadores, o prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (PSB), e demais autoridades participaram da solenidade de despedida. Na saída para o cortejo, o prefeito Eduardo Lima Vasconcelos ajudou a levar o caixão até o carro da funerária. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o gestor definiu que o sentimento é de perda. “De que uma parte da gente, de Brumado, está indo embora. Ao se ver um amigo fiel indo embora, a gente também perde uma parte da nossa própria personalidade de forma irremediável. Só resta a lembrança saudável de um homem de bem”, resumiu.