Bahia: Ford fechará fábrica de carros em Camaçari


 

A Ford decidiu fechar as fábricas que tem no Brasil, incluindo a de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. A pandemia de covid-19 ampliou o subuso da capacidade manufatureira da empresa, no entendimento da Ford. No país, serão mantidos apenas o Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, o Campo de Provas e sua sede regional, ambos em São Paulo.

A produção vai cessar imediatamente nas fábricas de Camaçari e Taubaté, com algumas partes continuando para dar suporte ao estoque para vendas de reposição. Com isso, os modelos Ka e EcoSport deixam de ser fabricados e terão suas vendas interrompidas assim que terminarem os estoques. No último trimestre de 2021, será fechada também a planta da Troller, em Horizonte (CE).

A empresa afirma que irá trabalhar em colaboração com os sindicatos para “minimizar os impactos do encerramento da produção”. “A Ford está presente há mais de um século na América do Sul e no Brasil e sabemos que essas são ações muito difíceis, mas necessárias, para a criação de um negócio saudável e sustentável”, afirmou Jim Farley, presidente e CEO da Ford. “Estamos mudando para um modelo de negócios ágil e enxuto ao encerrar a produção no Brasil, atendendo nossos consumidores com alguns dos produtos mais empolgantes do nosso portfólio global”, diz comunicado da empresa.

“A Ford mantém assistência total ao consumidor com operações de vendas, serviços, peças de reposição e garantia para seus clientes no Brasil e na América do Sul. A empresa também manterá o Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, o Campo de Provas, em Tatuí (SP), e sua sede regional em São Paulo”, acrescenta.


Banco do Brasil aprova reorganização que prevê fechar 112 agências e desligamento de 5 mil


 

 

O Banco do Brasil (BB) informou ao mercado, nesta segunda-feira (11), que aprovou um plano de reorganização para ganhos de eficiência operacional que prevê, entre outras medidas, o fechamento de 112 agências da instituição, além da criação de um Programa de Adequação de Quadros (PAQ) e de um Programa de Desligamento Extraordinário (PDE).

O banco diz que a implementação plena das medidas deve ocorrer durante o primeiro semestre deste ano.

O plano de reorganização prevê ganhos de eficiência e otimização em 870 pontos de atendimento do país, com a desativação de 361 unidades (112 agências, sete escritórios e 242 postos de atendimento), a conversão de 243 agências em postos de atendimento e oito postos de atendimento em agências, transformação de 145 unidades de negócios em Lojas BB, sem guichês de caixa, relocalização compartilhada de 85 unidades de negócios e criação de 28 unidades de negócios (14 agências especializadas agro e 14 escritórios leve digital).

Informações da CNN Brasil


Bahia teve mais mortes por Covid-19 em dezembro do que em outubro


 

A Bahia registrou mais mortes por Covid-19 em dezembro do que nos dois meses anteriores, o que mostra o resultado da segunda onda de contaminação no estado. No último mês de 2020, 747 pessoas perderam a vida para o novo coronavírus, número acima dos observados até o momento em outubro (670) e novembro (593).

E esse número ainda pode aumentar, já que há um atraso nas notificações de óbitos. Entre 1º e 8 de janeiro, foram confirmadas 135 mortes no mês passado.

A Bahia havia conseguido reduzir consideravelmente os casos fatais de Covid-19 desde o pico, em julho, quando houve 2.045 mortes. Para se ter uma ideia, em novembro, antes do estado registrar aglomerações por causa das eleições municipais, houve menos óbitos do que os de maio, quando a pandemia se agravou.

Até o momento, o dia 15 dezembro foi o dia em que mais baianos perderam a batalha contra a doença no último mês: foram 38, maior número diário desde 31 de agosto. O recorde continua o do dia 18 de julho, quando 81 pessoas morreram.

VÍTIMAS DA PANDEMIA
Após dez meses de pandemia, o estado já registrou 9.333 mortes, das quais 4.061 eram mulheres e 5.272 homens; 832 não tinham nenhuma comorbidade.

Ao todo, 2.351 tinham menos de 60 anos, dos quais 20 não tinham completado sequer o primeiro ano de vida.

A vítima mais jovem do estado tinha apenas 7 dias. A mais velha foi um homem de 113 anos de Itapé. Ele não tinha nenhuma comorbidade.


Com 31 anos na Rede Bahia, José Raimundo anuncia saída da emissora


 

Um dos nomes mais experientes da TV Bahia, o jornalista José Raimundo anunciou nesta quinta-feira (7) sua saída  da emissora. A informação foi divulgada por meio do Instagram do comunicador.

“Se tem uma coisa que me maltrata é a despedida. Mas como é inevitável, comunico o meu desligamento da Tv Bahia. É aquela velha e conhecida regra: relação de trabalho só se mantém quando as duas partes querem”, postou.

José Raimundo estava na emissora há 31 anos. “Levo dos colegas e amigos que cultivei, além da saudade, o apreço, a gratidadão, a admiração, o desejo de que sejam sempre felizes”, acrescentou o jornalista.

Sem indicar o destino, Raimundo disse que “o horizonte é indefinido por enquanto”. “Desafiador. É hora de pensar e avaliar. E daqui a pouco pegar a estrada novamente. Aliás, novas estradas pela frente. E ainda muita história pra contar”, finalizou.


Cantor Genival Lacerda morre aos 89 anos por complicações da Covid-19, no Recife


O cantor e compositor Genival Lacerda morreu aos 89 anos, no Recife, em decorrência de complicações da Covid-19, nesta quinta-feira (7). Artistas e políticos lamentaram, nas redes sociais, a morte do paraibano e a prefeitura de Campina Grande, cidade natal de Genival, decretou luto de três dias.

O artista foi internado no dia 30 de novembro de 2020, no Hospital Unimed I, na Ilha do Leite, na área central da capital pernambucana. Com Covid-19, ele foi levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

No dia 4 de janeiro, Genival Lacerda teve uma piora no quadro de saúde, segundo o boletim divulgado pela família. Na quarta (6), a família havia iniciado uma campanha de doação de sangue para o cantor.