INSS inicia pagamento da 2ª parcela do 13º de aposentados e pensionistas


 

A segunda parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas começou a ser paga nesta segunda-feira (25) pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Geralmente o pagamento costuma ocorrer em novembro. Porém, foi antecipado neste ano como uma das medidas para reduzir o impacto da pandemia do coronavírus no Brasil.

De acordo com o governo, 30,8 milhões de beneficiários receberão a segunda parcela do 13º, equivalente a R$ 23,8 bilhões. A primeira parcela foi paga aos beneficiários entre os meses de abril e maio.

Quem recebe um salário mínimo, receberá o dinheiro entre 25 de maio e 5 de junho. Acima disso, o benefício será creditado em 1º e 5 de junho.


Urgente em toda a Bahia: Feriados serão antecipados para a próxima segunda e terça-feira


Em uma medida para conter o avanço da disseminação do novo coronavírus, o governo da Bahia antecipou para esta segunda-feira (25) e terça-feira (26) dois feriados estaduais.

Serão antecipados os feriados do São João, que seria em 24 de junho, e a Independência da Bahia, cujo feriado seria em 2 de julho. As duas datas comemorativas são tradicionalmente marcadas por festejos de rua, cortejos cívicos e aglomerações.

Em nove cidades do estado, incluindo Salvador, as prefeituras também vão antecipar os seus feriados municipais para esta quarta-feira (27). Na capital baiana, será antecipado o feriado de Nossa Senhora da Conceição, comemorado no dia 8 de dezembro.

Também serão antecipados os feriados municipais em Feira de Santana, Camaçari, Itabuna, Ilhéus, Jequié, Lauro de Freitas, Candeias e Ipiaú. As cidades foram escolhidas por registrarem as maiores taxas de transmissão da Covid-19 no estado.

“São medidas de maior impacto para que, juntos, possamos impactar de forma mais forte a taxa de contágio, a curva de crescimento do contágio”, explicou o governador Rui Costa (PT).

Até esta quinta-feira, a Bahia tinha registrado 11.197 casos confirmados de Covid-19 e 362 mortes pela doença.


Por coronavírus, Senado aprova adiamento do Enem e de vestibulares


 

A petição pelo adiamento do Enem, organizada pela UBES e a UNE, já reúne mais de 30 mil assinaturas.

 

O Senado aprovou nesta terça-feira (19) o projeto de lei que adia a aplicação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2020 e de demais processos seletivos de acesso à educação superior, como vestibulares, devido à pandemia do novo coronavírus. O texto segue agora para votação no plenário da Câmara dos Deputados.

Os senadores aprovaram também uma emenda que determina que o Enem, tanto na versão impressa quanto digital, disponibilize às pessoas com deficiência a acessibilidade necessária de todos os instrumentos utilizados no exame.

A inclusão foi proposta pelo senador Romário (Podemos-RJ), pois, atualmente não há previsão de recursos de acessibilidade no Enem digital, informou. Por exemplo, prova em braile, prova ledor, tradutor intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais), vídeo prova em Libras, prova com letra ampliada ou super ampliada, uso de leitor de tela, guia-intérprete, auxílio para a leitura, auxílio para transcrição, leitura labial, tempo adicional, sala de fácil acesso e mobiliário acessível.

De autoria da senadora Daniella Ribeiro (PP-PB), o projeto prevê a prorrogação automática “das provas, exames e demais atividades de seleção para acesso ao ensino superior” em casos de calamidade pública ou de comprometimento do funcionamento regular das instituições de ensino do país.

Segundo o parecer do projeto elaborado pelo senador Izalci Lucas (PSDB-DF), essa prorrogação se dará até o momento em que estejam concluídas, em todo o território nacional, as atividades do ano letivo no ensino médio. Pelo parecer, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) fica autorizado a realizar todas as etapas preparatórias do Enem de 2020.

Se aprovado no Congresso Nacional e sancionado deste modo pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o projeto adia o Enem marcado para novembro, porque o Brasil está em estado de calamidade pública até 31 de dezembro deste ano em razão da pandemia.

O projeto foi aprovado por 75 votos a favor e 1 contra. O único senador a se opor foi Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho de Jair Bolsonaro.


Resultado provisório do concurso da PM é divulgado; veja a lista


O resultado provisório do concurso público para soldado da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros da Bahia foi publicado nesta terça-feira (19), no Diário Oficial. Com esse resultado, os participantes podem recorrer sobre os resultados. Só depois haverá o resultado final. O resultado provisório da prova discursiva será divulgado posteriormente.

De acordo com o edital, os candidatos poderão consultar a lista privisório de classificados e entrar com recurso em até dois dias úteis, contados a partir do dia 20 de maio. O questionamento deve ser feito exclusivamente através do site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (www.ibfc.org.br), que organiza o concurso.

Ao todo, serão disponibilizadas 2,5 mil vagas de nível médio para as duas corporações – sendo mil policiais militares e 250 bombeiros militares, com ingresso em 2020. Os demais serão incorporados ao serviço público apenas em 2021. O candidato aprovado será designado de acordo com a região de classificação – município/sede para o qual se inscreveu.

As provas do concurso da PM e dos bombeiros foram aplicadas no dia 19 de janeiro, em 183 locais, distribuídos entre as cidades de Salvador, Feira de Santana, Juazeiro, Ilhéus, Vitória da Conquista, Barreiras e Itaberaba.

Informações Correio


Três casos de coronavírus são descartados pelo Lacen em Licínio de Almeida


Através de um boletim informativo a  Secretaria Municipal de Saúde de Licínio de Almeida publicou nesta segunda-feira (18), que o  (Laboratório Central de Saúde Pública) Lacen descartou  três casos dos cinco que deram positivos para coronavírus covid-19. Esses cinco casos foram diagnosticados através de teste rápido feito em laboratório particular.

A prefeitura de Licínio de Almeida através da Secretaria de Saúde informou que dois casos estão em processo de avaliação pelo Lacen e que em breve serão divulgados os resultados.