Como saber se estou no Cadastro Único?


O governo anunciou que vai pagar um auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais, desempregados e MEIs nesta quarta-feira (1) para os inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do Ministério da Cidadania até o último dia 20 de março.

O CadÚnico vai auxiliar na verificação da renda de quem está inscrito. Quem não estiver também poderá receber o benefício, mas a verificação será feita por meio de autodeclaração em plataforma digital. Ainda não foi informado como essa declaração será feita.

  • Quem deve ter direito e como deve funcionar a ajuda de R$ 600 para trabalhadores informais

Você pode saber se está inscrito no CadÚnico de três maneiras: pelo site do Ministério da Cidadania, pelo aplicativo Meu CadÚnico e pelo telefone.

Na manhã desta quinta-feira (2), diversos usuários relatavam instabilidade e dificuldade para acessar o sistema por meio do site. Procurado pelo G1, o Ministério da Cidadania informou que está trabalhando para aumentar a disponibilidade de acessos múltiplos ao site Consulta Cidadão. A previsão é de que ao longo do dia o site esteja em pleno funcionamento.

Pelo site

Para saber se o seu nome está no CadÚnico, é preciso acessar este link: aplicacoes.mds.gov.br/sagi/consulta_cidadao/. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Cidadania, o site apresentava instabilidade na quarta-feira (1º).

No endereço acima, você irá encontrar essa página:

Neste formulário, é preciso preencher o nome completo, data de nascimento, o nome da mãe e selecionar o estado e o município onde que você mora. Após preencher, é só clicar em “Emitir” e, assim, saber se o seu nome está ou não inscrito no CadÚnico.

O planejador financeiro da Par Mais, Jailon Giacomelli, diz que se uma pessoa lembra que foi cadastrado, mas não encontra, uma dica é buscar por várias versões do seu nome. Segundo ele, muitas vezes, quando um assistente de uma secretaria municipal vai até a casa de uma família de baixa renda fazer o cadastro, a pessoa não lembra qual foi o nome que ela informou ao assistente. “Então é importante tentar várias versões”, diz.

Aplicativo

É possível também fazer a consulta pelo aplicativo Meu CadÚnico. Clique aqui para baixar o aplicativo no seu celular.

Após baixar e abrir o app, é só clicar em ‘entrar’.

Consulta telefônica

O Ministério também disponibiliza um canal de atendimento por telefone para tirar as dúvidas sobre os programas sociais e CadÚnico no 0800 707 2003. Ao ligar neste número, você deve selecionar a opção 5.

serviço de ligação é gratuito, mas precisa ser feito por meio de um telefone fixo.

Os horários de atendimento são:

  • 07h às 19h de segunda a sexta-feira.
  • 10h às 16h nos finais de semana e feriados nacionais e durante o Calendário de Pagamento do Bolsa Família.

É preciso estar inscrito no CadÚnico para receber o auxílio de R$ 600?

O trabalhador de baixa renda não precisará estar inscrito no CadÚnico para receber o benefício – será necessário apenas cumprir com o limite de renda média.

O CadÚnico vai auxiliar na verificação dessa renda para quem está inscrito – para quem não está, a verificação será feita por meio de autodeclaração em plataforma digital. Ainda não foi informado como essa declaração será feita.

Mas o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou que trabalhadores informais que não constam em nenhum cadastro do governo devem ficar por último no cronograma de pagamento.


Mais de 200 mil pessoas foram curadas do coronavírus em todo o mundo


Até esta quinta-feira (2), mais de 203,5 mil pessoas infectadas pelo novo Coronavírus (Covid-19) foram curadas em todo o mundo, segundo os dados das autoridades de saúde dos países com registro da doença causada pelo vírus.

A taxa de cura até o momento é de pouco mais de 21% considerado todos os casos testados e notificados nos 203 países e territórios onde o Covid-19 foi detectado. Ao todo, quase um milhão de pessoas testaram positivo para a doença.

Até o momento, a Organização Mundial da Saúde (OMS) não possui um tratamento cientificamente eficaz contra o coronavírus, alguns tratamentos estão sendo testados ao redor do mundo. No entanto, os métodos de tratamento ainda carecem de resultados mais consistentes e ainda dividem opiniões no meio médico, devido a efeitos colaterais de alguns medicamentos. Também estão sendo testadas vacinas que só devem estar disponíveis para a população em 2021.

Segundo as estatísticas, a maior parte dos curados é de pessoas mais jovens e sem domorbidades como hipertensão, diabetes, problemas respiratórios e outros agravantes.

A infecção já afeta 203 países e territórios em todos os continentes do planeta. A taxa de mortalidade pelo vírus chega a 5%, no entanto, este percentual não é preciso devido à metodologia de testagem adotada por cada país. Na Itália por exemplo, a taxa é de quase 12%, e nos Estados Unidos é de 2,3%. Enquanto o Estados Unidos testa a população em massa, a Itália realiza testes apenas nas pessoas com sintomas mais agudos da doença.

Os Estados Unidos é o país com mais casos confirmados. Nas últimas semanas, a testagem da população foi intensificada, elevando o número de pessoas diagnosticadas da doença. Já são mais de 226 mil casos confirmados e 5.334 mortes confirmadas até a publicação desta reportagem.

Foi nos Estados Unidos o recorde de mortes pelo covid-19 em um só dia. Somente nesta quarta-feira (1º), as autoridades de saúde do país confirmaram 1.041 óbitos. O recorde anterior era da Itália, quando no dia 27 de março foram registradas 919 mortes.

É justamente na Itália onde aconteceram a maior parte das mortes até agora. O país acumula 13.915 óbitos. A Espanha aparece em segundo lugar. O país superou o total de 10 mil mortes nesta quinta-feira e assim como a Itália, possui cerca de 110 mil infectados pela doença.

O vírus causa uma doença respiratória semelhante à gripe e tem sintomas como tosse, febre e, em casos mais graves, pneumonia. É possível se proteger ao lavar as mãos com frequência e evitar tocar no rosto.

A principal forma de contágio do novo coronavírus é o contato com uma pessoa infectada, que transmite o vírus por meio de tosse, espirros, gotículas de saliva ou coriza.

Informações da Revista Exame


Salvador ganha destaque internacional por boas práticas no combate ao coronavírus


 

 

A cidade de Salvador ganhou destaque internacional no combate ao coronavírus com a inclusão de suas ações na plataforma Cities For Global Health (Cidades pela Saúde Global), que reúne as melhores politicas públicas ao enfrentamento do COVID-19. As medidas da Prefeitura de Salvador foram as  únicas do Norte/Nordeste aprovadas para terem as iniciativas como referência mundial.

A plataforma, criada pela Rede Mundial de Cidades (Metropolis) e a Aliança Eurolatinaamericana de Cooperação entre as Cidades (ALLAS), apresenta cerca de 90 iniciativas de 23 cidades em diferentes regiões do mundo no que diz respeito aos desafios do coronavírus. Cidades como Bruxelas (Bélgica), Jeonju (Coreia), Barcelona (Espanha), Montreal (Canadá), Bogotá (Colômbia) e cinco brasileiras: Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba compartilham suas experiências e promovem um intercâmbio técnico de boas práticas.

Salvador ganhou destaque pela atuação intersetorial desenvolvida pela Prefeitura frente à pandemia. Ações como a criação de novos centros de saúde e de atendimento às pessoas em situação de vulnerabilidade social, utilização de método inovador de higienização das ruas, além dos decretos, que preveem medidas de prevenção e controle do coronavírus, como o fechamento de unidades de ensino, shoppings, bares e restaurantes e um call center exclusivo para que a população possa tirar dúvidas e prestar informações sobre o COVID-19.

Para garantir o cumprimento dessas medidas, há um trabalho ostensivo de fiscalização, realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur). Desde o dia 18 de março até esta quinta-feira (26), foram realizadas mais de 2.100 vistorias, 33 interdições e 20 alvarás de funcionamento foram cassados.

“Integrar uma plataforma internacional como essa é o verdadeiro reconhecimento do trabalho eficiente que a Prefeitura de Salvador vem realizando no combate a essa epidemia. A partir de agora, estamos compartilhando as nossa experiências exitosas com cidades de diversas regiões  e elas poderão ser replicadas mundo à fora pelas cidades que estão enfrentando os mesmos desafios”, comemora o secretario da Sedur, Sérgio Guanabara.

Informações do Bahia Notícia


Coronavírus: cloroquina será dada a casos graves de Covid-19.


O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira, 25, que vai liberar 3,4 milhões de unidades da cloroquina, usado no tratamento contra a malária, lúpus e atrite reumatóide, para pacientes com coronavírus que estão em estado grave. Até hoje, já são 57 vítimas fatais da doença no país.

Apesar de ser usado para outras doenças, a cloroquina e sua variante hidroxicloroquina são drogas experimentais para o tratamento da covid-19. O medicamento apresentou resultados positivos em estudos preliminares feitos por pesquisadores da China e da França, quando usado junto com um antibiótico para combater infecção pulmonar. No entanto, ainda faltam evidências científicas e testes clínicos que comprovem a eficácia do remédio contra a doença causada pelo novo coronavírus.

Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, Denizar Vianna, o Brasil tem uma experiência de décadas no tratamento da malária em pacientes na região Norte, o que aumenta as chances de sucesso. Segundo pesquisas internacionais, a cloroquina tem potencial para diminuir a contagem viral de pacientes infectados.

“A mortalidade do grupo de pessoas internadas é muito alta. Dado o conhecimento sobre a cloroquina temos a opção de utilizá-lo em curto de espaço de tempo e oferecer dentro de hospitais os medicamentos”, disse Viana.


Homem é preso com 440 litros de álcool em gel; material irregular era vendido por até R$ 180 em Salvador


Um homem foi preso em Salvador, nesta segunda-feira (23), com cerca de 440 litros de álcool em gel, comercializado e armazenado de forma irregular. De acordo com a Polícia Civil, o material era vendido pela internet; o galão de cinco litros custava até R$ 180.

O álcool em gel estava armazenado entre os bairros da Boca do Rio e Pituba. De acordo com a polícia, o suspeito, que não teve o nome divulgado, foi preso após denúncias. A polícia detalhou que, com ele, foram apreendidos 53 galões de cinco litros, 64 de um litro e 35 frascos de 300 ml.

O homem, que é proprietário de uma loja de produtos para informática na Pituba, também vendia o produto irregular no bairro. Ele foi autuado pelo armazenamento não autorizado, manuseio irregular, por fracionar o produto em frascos de 300 ml, e pela prática de preços abusivos, já que o galão de cinco litros custa, em média, R$ 50.

O álcool em gel foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e o suspeito está à disposição da Justiça. O caso segue sendo investigado, para identificar outros possíveis envolvidos.