Otto Alencar testa positivo para covid-19, senador foi vacinado com as duas doses


O senador baiano Otto Alencar anunciou que testou positivo para a covid. Segundo Otto, desde a última terça-feira (5), ele tem apresentado sintomas de gripe, coriza e leve dor de cabeça.

Nesta sexta (9), o exame PCR testou positivo para covid-19. O senador de 73 anos destacou a importância da vacina para frear uma manifestação mais grave da doença. Otto é integrante da CPI da Covid. Na terça, ele participou da CPI, durante o depoimento da servidora do Ministério da Saúde Regina Célia Silva Oliveira.

“Por estar vacinado com duas doses não tenho falta de ar ou febre, muito menos a forma grave da doença. Já estou acompanhado, na Bahia, pelo meu médico infectologista. Com fé em Deus, logo estarei de volta ao trabalho”, disse Otto, por meio de nota divulgada por sua assessoria.


Governo da Bahia libera eventos para até 100 pessoas e flexibiliza toque de recolher


O governo da Bahia liberou a realização de eventos com até 100 pessoas em todo o território estadual. Antes, a liberação era restrita a eventos científicos e profissionais com até 50 pessoas.

A mudança, válida a partir desta sexta-feira (9) e publicada no Diário Oficial do Estado de hoje, indica ainda que nos municípios integrantes de região de saúde em que a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid permaneça, por cinco dias consecutivos, igual ou inferior a 60%, a liberação é para a realização de eventos com até 200 participantes a partir de 15 de julho. No entanto, shows e festas, públicas ou privadas, independentemente do número de participantes, continuam proibidas até 23 de julho em todo o estado.

No mesmo decreto, o governador Rui Costa (PT) também flexibilizou o toque de recolher. A medida foi mais uma vez prorrogada, dessa vez até o próximo dia 23, mas com vigência das 24h às 05h.

Com isso, também em toda a Bahia, os estabelecimentos comerciais que funcionem como restaurantes, bares e congêneres deverão encerrar o atendimento presencial às 23h, permitidos os serviços de entrega em domicílio (delivery) de alimentação até as 24h.


‘Caguei para a CPI e não vou responder nada’, diz Bolsonaro sobre carta de senadores


O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira que não responderá a uma carta enviada pela cúpula da CPI da Covid no Senado, em que ele foi instado a confirmar ou negar denúncias de corrupção no Ministério da Saúde.

Ao dizer que “cagou para a CPI”, Bolsonaro citou os três membros da cúpula do colegiado: o presidente Omar Aziz (PSD-AM), o relator Renan Calheiros (MDB-AL), e o vice-presidente, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), a quem chamou de “saltitante”.

“Eu não vou responder nada para esses caras. Não vou responder nada para esse tipo de gente, em hipótese alguma, que não estão preocupados com a verdade e sim em desgastar o governo”, disse Bolsonaro. “Hoje, o Omar, o Renan e o saltitante fizeram uma festa lá embaixo na Presidência, entregaram documento, pô, responder pergunta à CPI. Sabe qual é minha resposta, pessoal? Caguei. Caguei para CPI. Não vou responder nada.”


Pesquisa interna aponta Neto à frente de Wagner na disputa pelo governo da Bahia em 2022


Se as eleições de 2022 fossem hoje, ACM Neto (DEM) derrotaria Jaques Wagner (PT) e seria eleito governador da Bahia, aponta uma pesquisa do Instituto Paraná encomendada para consumo interno pela campanha do ex-prefeito de Salvador.

No levantamento, divulgado pelo Blog do Noblat, do portal Metrópoles, o demista aparece com 50% das intenções de voto, contra 22% do petista – número que garantiria a Neto uma vitória em primeiro turno.

A publicação não menciona a pontuação na pesquisa do ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), cotado para participar do pleito pelo governo baiano.


Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, torna público que é gay


O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), falou sobre a orientação sexual dele e assumiu ser homossexual durante entrevista ao programa Conversa com Bial, da TV Globo, nesta quinta-feira (1º). Ele é o primeiro presidenciável a admitir publicamente ser gay. “Tenho orgulho dessa integridade”, externou.

Eduardo Leite falou sobre o assunto em uma videoconferência direto de São Paulo, onde discute as prévias da legenda para as eleições à presidência da República.

“Nesse Brasil, com pouca integridade, nesse momento, a gente precisa debater o que se é, para que fique claro e não se tenha nada a esconder. Eu sou gay, e sou um governador gay. Não sou um gay governador, tanto quanto Obama nos Estados Unidos não foi um negro presidente, foi um presidente negro, e tenho orgulho disso”, afirmou o governador mais jovem do Brasil.