Com o feriado de 2 de julho na sexta-feira, Rui Costa volta a proibir venda de bebidas alcoólicas


 

De acordo com decreto publicado no Diário Oficial do Estado, nesta terça-feira (29), estará proibida a venda de bebida alcoólica em todo o estado da Bahia, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery), das 18h de quinta-feira (1º de julho) até as 5h da segunda-feira (5). A exceção para o cumprimento desta medida será apenas para as regiões de saúde que alcancem a taxa de 75% ou menos de ocupação de leitos de UTI, durante cinco dias consecutivos. Também em toda a Bahia, o toque de recolher, que prevê a restrição da locomoção noturna de pessoas, passará a ser das 22h às 5h, a partir desta terça-feira (29) até o dia 8 de julho. Os meios de transporte


Ivete Sangalo quebra o silêncio e se manifesta contra ‘esse governo que está aí’


Após ser cobrada nas redes sociais para realizar um posicionamento sobre a situação política do país, a cantora Ivete Sangalo publicou um texto em seu Instagram criticando o governo Jair Bolsonaro.

“Meu ‘zamuris’, entendo o quão necessário é nesse momento não estabelecer dúvidas sobre o que acredito. Esse governo que está aí não me representa, nem mesmo antes da ideia dele existir”, começou a cantora, sem se referir nominalmente a Bolsonaro.

“E isso vamos resolver quando unirmos forças nas próximas eleições através do poder do voto. Agora, vamos nos unir em prol do que podemos fazer nos nossos espaços para driblar essa desorganização. Usem máscaras, se higienizem e vamos nos vacinar. E o que mais necessário for. Que possamos nos vacinar. Eu sou a favor de vacina para todos”, completou, Ivete.


Lula convoca militância para protestos contra Bolsonaro


Lula convocou a militância de esquerda para os protestos contra o governo Bolsonaro, agendados para este sábado (19).

Em publicação no Twitter hoje, o petista publicou um link com os horários e locais dos atos, que, segundo os movimentos, estão programados para ocorrer em 402 cidades do país.

Recentemente, Lula se esquivou ao ser questionado se participaria da manifestação. Ele alegou que não quer transformar o protesto em um ato eleitoral”.

“Eu ainda não sei se vou na manifestação. Tenho uma preocupação. Não quero transformar um ato político em um ato eleitoral. Não quero os meios de comunicação explorando isso como o Lula se apropriando de uma manifestação convocada pela sociedade brasileira.”


Rui Costa fala em reunião para coibir motociata em apoio Bolsonaro, ‘na Bahia a lei é respeitada’


O governador Rui Costa afirmou na manhã desta sexta-feira, 18, que irá se reunir com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e a Procuradoria Geral do Estado (PGE) para definir estratégias de segurança visando atos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido), especulado para o próximo dia 2 de Julho.

De acordo com o governador, as forças de segurança tomarão medidas para coibir o descumprimento do decreto em vigor que proíbe a aglomeração de pessoas no estado.

“Vamos conversar com a Secretaria de Segurança Pública e com a Procuradoria Geral do Estado para adotar as medidas cabíveis. Temos um decreto em vigor que não permite aglomerações de pessoas no estado por conta do número de mortes e contaminados pela Covid-19. Então, em um momento oportuno, divulgaremos quais medidas vamos tomar”, afirmou.

Em edição do Papo Correira na noite da última quinta, 17, o governador já havia criticado a “motociata” promovida pelo presidente no último dia 12 em São Paulo e afirmado que não permitirá evento semelhante na Bahia.

“Posso dizer que aqui tem governo. Aqui não terá imagens que vi em outros estados, de moto com placa coberta. Aqui tem governo, tem autoridade. Na Bahia a lei será respeitada”.


2023: ‘Ir para a roça e cuidar da saúde mental’, revela Rui como plano pós-governo


Questionado por um espectador se o planejamento para 2023, após finalizar sua segundo mandato como governador, era “ser senador ou ministro ”, o governador Rui Costa (PT) deu uma resposta inesperada. Ele considerou trocar o ritmo “correria” da política por uma vida mais tranquila, no interior, cultivando a vida de “agricultor” que iniciou no Palácio de Ondina, residência oficial onde vive atualmente com a família.

“O meu projeto primeiro é concluir o governo e ter orgulho de inaugurar tantas obras que nós estamos licitando e iniciando agora esse ano. Sobre 2023, eu não sei ainda. Eu gostei tanto da experiência de agricultor que eu fiz lá em Ondina, plantando meu aipim, criando minhas galinhas que eu estou pensando seriamente em arrumar um pedacinho de terra e ir criar os bichinhos, fazer umas plantações e viver também cuidando da terra e trabalhando. Penso aí em ir para o interior, ir para a roça trabalhar e cuidar um pouco da saúde mental”, revelou o governador durante o programa Papo Correria, na noite desta terça-feira (15).