Salvador: professor de escola estadual é acusado de obrigar 37 alunos a se beijarem em troca de pontos


Um professor do Colégio Estadual Heitor Villa Lobos, no Cabula VI está sendo acusado de obrigar 37 alunos do 6º ano a se beijarem para ganhar pontos extras. O caso está sob investigação na Delegacia Especializada de Repressão a Crime Contra Criança e Adolescente (DERCA) e no Ministério Público da Bahia (MP-BA).

De acordo com a mãe de um dos estudantes do Colégio que atualmente cursa o 9º ano, após as denúncias, o filho contou a ela que a ação já era rotineira por parte do educador, principalmente nas turmas de 6º ano. “Ele já tinha feito isso com outras pessoas, mas na sala de meu filho, por sorte, não fez”, relatou.

O professor, no entanto, já foi afastado pela direção do colégio, após a direção ter tomado conhecimento da denúncia. Através de nota, a Secretaria da Educação do Estado (SEC) informou que decidiu por afastar imediatamente o professor acusado e instaurou o processo administrativo para apurar o caso.

Após o Centro de Apoio Operacional da Criança e do Adolescente (Caoca) tomar conhecimento do fato, o Ministério Público encaminhou o caso para adoção das providências cabíveis no âmbito das Promotorias de Justiça da Infância, Criminal e da Educação.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não reflete a opinião deste site. Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas com conteúdo ofensivo como palavrões ou ofensa direcionadas a pessoas ou instituições. Além disso, não serão permitidos comentários com propaganda (spam) e links que não correspondam ao post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *