STF derrubar a prisão em 2 instância, já foram soltos LULA e o ex governador de Minas Eduardo Azeredo


O ex-governador de Minas Gerais Eduardo Azeredo foi solto na tarde desta sexta-feira (8). O alvará foi expedido pelo juiz Marcelo Augusto Lucas Pereira, da Vara de Execuções Criminais da Comarca de Belo Horizonte.

Ex-tucano estava preso desde maio do ano passado após ser condenado em segunda instância no processo do mensalão mineiro.

A defesa do ex-governador protocolou o pedido de soltura nesta manhã. Na noite de quinta-feira, 7, o Supremo Tribunal Federal (STF) alterou entendimento adotado desde 2016 e derrubou a possibilidade da prisão após condenação em segunda instância, que é o caso do ex-governador.

A corte entendeu que, de acordo com a Constituição ninguém pode ser considerado culpado até que o processo transite em julgado, ou seja, quando não há mais possibilidade de recursos. Nesse caso, a prisão em segunda instância, segundo o STF, fere a presunção de inocência.

“Considerou-se, desta feita, que, em conformidade com o princípio do estado de inocência regulado no nosso ordenamento jurídico, a prisão é legal, somente depois do trânsito em julgado de sentença condenatória, para ser iniciado o cumprimento da pena, ou, antes disso, cautelarmente, observados os requisitos enumerados no art. 312 do Código de Processo Penal”, disse o juiz, na decisão.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não reflete a opinião deste site. Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas com conteúdo ofensivo como palavrões ou ofensa direcionadas a pessoas ou instituições. Além disso, não serão permitidos comentários com propaganda (spam) e links que não correspondam ao post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *