Caculé: Populares queixam do preço das verduras e frutas na feira-livre


 

 

Com intuito de reduzir os números de casos ativos do coronavírus a Prefeitura de Caculé baixou um decreto proibindo a comercialização dos feirantes das cidades circunvizinhas. A ação gerou uma supervalorização nos produtos dos comerciantes locais. Nesta sexta (09)  e sábado (10)  houve questionamentos por parte da população referente aos elevados preços das frutas e verduras na feira livre.

De acordo com alguns moradores a qualidade e oferta diminuíram drasticamente, fazendo com que os preços dos alimentos subissem desenfreadamente. “É um absurdo ter que comprar os produtos com os preços superfaturados, estamos vivendo um momento delicado, tudo subiu na feira, preço da Banana, Laranja e demais itens”. Aproveitar da situação é desumano, afirmou uma internauta ao site Sertão em Dia.

O decreto divulgado pela prefeitura proibindo a comercialização dos feirantes  de outras localidades tem um prazo de 15 dias, podendo ser revisado.

 

 

 

Aviso: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não reflete a opinião deste site. Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas com conteúdo ofensivo como palavrões ou ofensa direcionadas a pessoas ou instituições. Além disso, não serão permitidos comentários com propaganda (spam) e links que não correspondam ao post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *