Jovem que construiu ‘perna caseira’ com R$ 40 ganha prótese de empresário


Após assistir o vídeo de um jovem construindo uma ‘perna caseira’ em casa utilizando cano de PVC e banco de bicicleta – tudo ao custo de R$ 40 –, um empresário de Sorocaba, no interior paulista, ficou impressionado e comovido com sua força de vontade, e o convidou para ir até a loja dele tirar as medidas para a produção de uma prótese.

Marcos de Oliveira Moraes, 23 anos, sofreu um acidente de moto em abril do ano passado e precisou amputar a perna esquerda. O rapaz, que mora no Pará, viajou mais de 2,5 mil quilômetros até Sorocaba para receber a prótese sob medida, de presente.

Pouco após o acidente, Marcos conta que chegou a comprar uma prótese no valor de R$ 5 mil em Boa Vista (RO). Não demorou muito para o molde apresentar problema. Para piorar, a empresa se recusou a prestar assistência técnica.

O jovem precisou se virar como pôde… Construiu então seu próprio modelo com materiais reutilizáveis.

Leia também: Mãe faz fantasias incríveis de Halloween para sua filha que teve o braço amputado

Em um vídeo publicado por uma amiga nas redes sociais, Marcos conta como fez a prótese e o que utilizou para montá-la. As imagens viralizaram em questão de dias, acumulando mais de 100 mil visualizações.

Empresário doa prótese

“Me surpreendi com a repercussão. Uma amiga postou o vídeo, eu nem sabia. Estou usando essa prótese caseira há três semanas e fiquei surpreso quando me chamaram para vir até Sorocaba”, disse.

O empresário Nelson Nolé conta que o jovem precisou ir pessoalmente até Sorocaba para fazer o molde. Nos próximos dias, Marcos vai receber a prótese e passar por um período de adaptação.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não reflete a opinião deste site. Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas com conteúdo ofensivo como palavrões ou ofensa direcionadas a pessoas ou instituições. Além disso, não serão permitidos comentários com propaganda (spam) e links que não correspondam ao post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *