Prefeito de Urandi diz que crise no Hospital Regional de Guanambi é causada por interferências políticas


Foto: Prefeito de Urandi/Sertão Em Dia

O presidente do Consórcio de Saúde da Região de Guanambi e prefeito da cidade de Urandi, Dorival Barbosa do Carmo (PP), se manifestou através de áudio divulgado no WhatsApp sobre os boatos de que sua esposa seria demitida do Hospital Regional de Guanambi (HRG), onde trabalha há cerca de 18 anos como médica Neonatologista na UTI. Demissão esta, que segundo o gestor seria devido a questões políticas. O prefeito declarou que as informações começaram a ser divulgadas após os prefeitos que compõem o consórcio darem início a uma campanha contra a crise vivida na unidade de saúde. “Os interesses políticos dentro do Hospital Regional são maiores do que a vida das pessoas. Estive no hospital, juntamente com o prefeito de Candiba, registrando o descaso com a saúde pública e foram contabilizadas 43 pessoas espalhadas em macas nos corredores aguardando atendimento, além da falta de medicamentos. As imagens serão encaminhadas ao governador na esperança de que o mesmo resolva a problemática na unidade, que encontra-se insustentável. A situação é vergonhosa. A própria política está causando um entrave no Hospital Regional porque tem muitas pessoas mandando dentro dele. Estamos lutando para acabar com essa situação”, asseverou o prefeito.

 

Informações do Sudoeste Bahia
Aviso: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não reflete a opinião deste site. Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas com conteúdo ofensivo como palavrões ou ofensa direcionadas a pessoas ou instituições. Além disso, não serão permitidos comentários com propaganda (spam) e links que não correspondam ao post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *